Acessibilidade

Palestras sobre inclusão e empoderamento encerram ‘Semana da Síndrome de Down’ 

O evento conta com o apoio da  Seped e faz parte da programação da campanha ‘O amor não conta cromossomos’ | Divulgação

Com o apoio da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), a Associação de Pais e Amigos do Down no Amazonas (Apadam) realiza, no próximo sábado (23/3), as palestras ‘Inclusão & Educação: Ressignificando estratégias do cotidiano escolar’ e ‘Como empoderar pessoas com deficiência’.

O evento acontece no auditório da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam), na avenida Joaquim Nabuco, 1919, centro, a partir das 8h. A programação faz parte da campanha ‘O amor não conta cromossomos’, em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down, comemorado em 21 de março.  Os ingressos custam R$ 20 e podem ser adquiridos pelos telefones 98123-6060 ou 99418-8628.

O presidente da Apadam, Omar Maia, explica que as palestras servem também como meio de conscientização. “Sempre na Semana da Síndrome de Down procuramos fazer essas palestras para os pais e profissionais, para que eles possam de alguma forma orientar famílias que tenham pessoas com Síndrome de Down”, explicou. A associação, que recebe fomento da Seped, também participa dos demais eventos realizados pela secretaria durante a campanha ‘O amor não conta cromossomos’.

A secretária da Seped, Viviane Lima, afirma que a pasta tem o papel de apoiar e incentivar qualquer evento cujo objetivo seja promover a inclusão. “A secretaria está aberta para todos os tipos de eventos que sejam para mudar a vida das pessoas com deficiência. E todas aquelas instituições que fizerem seus eventos com esse intuito, nós vamos apoiar”, afirma a titular da Seped.

Abordagem – A palestra ‘Inclusão & Educação: Ressignificando estratégias do cotidiano escolar’ será ministrada por Regina Oliveira Tiradentes. Ela é neuropsicopedagoga, especialista em atendimento educacional específico e mestranda em educação.

Já a palestra ‘Como empoderar pessoas com deficiência’ será ministrada pelo educador social Alex Duarte, que é diretor do filme ‘Cromossomo 21’, que aborda a vida de uma jovem com Síndrome de Dow. A programação também contará com a apresentação do grupo de dança da Apadam.


Reportar Erro